Notícia da Semana

Esta 3ª Jornada marcava o final da fase de grupos das duas séries, onde assistimos a jogos muito emotivos, com bastantes golos e com as equipas a mostrarem muita vontade de vencer, de forma a consolidar ou a alcançar posições mais cimeiras na tabela classificativa.

Na Série A, a Germano venceu confortavelmente a equipa da Central de Cervejas, estando sempre em vantagem no marcador e garantindo o 1º lugar na série só com vitórias. Destaque para Rúben Simões e Ricardo Guerra (em estreia na prova) que estiveram envolvidos diretamente, ora por assistências ou por golos marcados, em 6 dos 8 golos obtidos.

No outro jogo da Série A, a Massimo tinha de vencer para garantir a passagem em 2º lugar. Por outro lado, ao seu adversário (Clube PT) bastava o empate para consolidar a sua posição. O Clube PT começou em vantagem desde cedo, fixando o 2-0 ao intervalo. Porém, no segundo tempo, a equipa da Massimo reagiu e conseguiu concretizar algumas oportunidades em golo chegando a estar o resultado pela diferença mínima, por duas vezes: 3-2 e 4-3. Perto do final, o Clube PT dilatou a vantagem e fixou o resultado em 6-3, garantindo o 2º lugar na fase de grupos. Destaque para Nuno Silva Bizarra (Clube PT) que assinou um hat-trick, tendo muita influência na vitória da sua equipa.

Na Série B, 3 equipas terminaram o grupo com a mesma pontuação, o que demonstra bem o equilíbrio entre as formações desta série.

A Gelpeixe venceu a Casa da Moeda por 4-3, num jogo que parecia controlado desde início, pois ficaram em vantagem de 2-0 aos 10 minutos de jogo. No entanto, a Casa da Moeda determinada a mudar o rumo dos acontecimentos reagiu e deu a cambalhota no marcador para 3-2, já na 2ª parte. Um final de jogo eletrizante brindou o espetáculo com 2 golos fantásticos da equipa da Gelpeixe fixando o 4-3 final e permitindo à sua equipa terminar em 2º lugar na série. Destaque para Jorge Franco (Gelpeixe) que assina 3 assistências para os golos da sua equipa.

No jogo que opunha os 2 primeiros classificados da série (Sapataria Xalaia e OLX), com o mesmo número de pontos, assistimos a mais uma demonstração de equilíbrio de forças entre ambas as formações. A 1ª parte trouxe-nos um jogo com as duas equipas a assumirem algumas cautelas defensivas, mas, ainda assim, terminou 1-1. Na segunda metade, tal como na primeira, foi a equipa do OLX a marcar primeiro, pois queria ultrapassar a equipa adversária na classificação. No entanto, perto do final, o inevitável João Nabais marcou de calcanhar o golo da igualdade para a Sapataria, permitindo à sua equipa manter a liderança do grupo.

 

Equipa da Semana: Gelpeixe

A equipa da Gelpeixe foi a equipa em destaque nesta semana após uma vitória suada e categórica por 4-3, permitindo-lhes subir um lugar na classificação, terminando em 2º na fase de grupos. A equipa joga num sistema 1-2-3-1, em que o experiente GR Bruno Gonçalves dá segurança à equipa e comunica bastante com os colegas, no que respeita a ajustes defensivos e a feedbacks motivacionais. Na defesa, Ricardo Wah, João Casimiro e David Francisco assumem por norma, as tarefas mais recuadas, no entanto, todos eles já marcaram na prova, o que nos leva a crer que estamos perante defesas goleadores, sobretudo nas jogadas de bola parada. A conexão da defesa com a zona intermédia é feita essencialmente através de combinações. O meio campo da equipa tem uma ligação muito particular com o ataque, sendo que existem inúmeras permutações de posição entre os jogadores, o que causa enormes dificuldades aos adversários, no que respeita às marcações. Pedro Marques, por norma do lado direito, e André Lopes no corredor central, são os principais responsáveis por esta mobilidade e por carregar a equipa para a frente, variando jogo interior com jogo exterior. Nesta semana, um reforço que jogou na ala esquerda, mas também a avançado, Jorge Franco, mostrou ser uma mais-valia na equipa, já que fez 3 assistências para golo. Assim sendo, a equipa terá certamente uma expectativa alta na prova, uma vez que termina esta fase de grupos sem derrotas e com o melhor ataque da Série B.

 

Jogador da Semana: Rúben Simões (Germano de Sousa)

Rúben Simões, médio centro da Germano foi o jogador em destaque nesta semana. Tecnicamente é forte, ágil e rápido nas execuções. A sua irreverência dá um aporte de criatividade à equipa e é dos jogadores desta Liga mais difíceis de conter por parte dos adversários. A sua mobilidade e visão de jogo permitem servir os colegas, maioritariamente com passes de pé direito, mas também alguns com o pé esquerdo, resultando em 2 assistências nesta semana. Rúben não se limita a servir os colegas, pois também consegue rematar forte e colocado, tal como demonstrou no jogo passado, ao assinar 2 belos golos (3 golos, em 2 jogos disputados). Este médio ofensivo, com características e movimentações semelhantes a Bruno Fernandes, torna-se um autêntico quebra-cabeças para os defesas e guarda-redes adversários.

 

7 da Semana:

GR – Afonso Cunha (OLX)

DEF – Eduardo Teixeira (Massimo)

DEF – Nuno Alberto (INCM)

DEF – David Francisco (Gelpeixe)

MC – Mauro Santos (Germano)

MC – João Nabais (Sapataria Xalaia)

AV – Nuno Silva Bizarra (Clube PT)

 

 

Central de Cervejas 1 – 8 Germano Sousa

Germano vence e convence

Nesta última jornada da Série A, a Germano já com o 1º lugar garantido procurava terminar esta fase só com vitórias. Por outro lado, a Central de Cervejas procurava alcançar a vitória, de modo a conseguir passar à próxima fase em 3º lugar.

A equipa da Germano entrou determinada a comandar e vencer a partida. Na 1ª parte, Rúben Simões e Ricardo Guerra foram os principais responsáveis pelos 4 golos obtidos pela equipa. A Central de Cervejas procurava sair a jogar na 1ª fase de construção, mas na 2ª fase a Germano fechada as linhas de passe e tornando mais difícil fazer as ligações entre sectores.

No 2º tempo, um reinício de jogo de loucos, com 3 golos nos 3 primeiros ataques das equipas: 2 para a Germano e 1 para a Central de Cervejas, colocando o marcador em 6-1. A partir deste momento, a equipa da Germano fez gestão da posse, com circulação em largura e em segurança, atacando com certeza e ampliando a vantagem para 8-1. A reação da equipa da Central de Cervejas era através de transição ofensiva, mas sem resultar em golo.

Com este resultado a Germano termina em 1º lugar na Série A só com vitórias.

 

Massimo 3 – 6 Clube PT

Clube PT vence e garante 2º lugar

Nesta última jornada, defrontavam-se duas equipas que lutavam pelo 2º posto da classificação do grupo. Por um lado, a equipa da Massimo estava obrigada a vencer para ascender um lugar na classificação. Por outro, o Clube PT bastava empatar para garantir o lugar que já ocupava.

O jogo iniciou praticamente com um golo do Clube PT, com Vasco Cabrita, servido por Nuno Martins a fazer o 1-0. A entrada forte do Clube PT não intimidou a equipa da Massimo que respondia através de jogadas de ataque rápido e colocava a defesa adversária em alerta. Perto do final do 1º tempo, Nuno Bizarra consegue ampliar a vantagem para 2-0 numa jogada de superioridade numérica de 3×2.

A segunda parte foi mais intensa que a primeira, com muita ação nas duas balizas. A equipa da Massimo entrou determinada a inverter o rumo dos acontecimentos, mas foi a equipa do Clube PT que conseguiu marcar primeiro fazendo o 3-0, por Nuno Painho. Nos 7 minutos seguintes, assistiu-se a um autêntico festival de golos pelas 2 equipas: 3 golos da equipa da Massimo que se conseguiu galvanizar neste período do jogo e 1 golo do Clube PT, colocando agora o marcador em 4-3. Já perto do final do encontro, o Clube PT consegue marcar mais 2 golos, garantindo assim os 3 pontos. Destaque para o hat-trick obtido por Nuno Silva Bizarra, um deles, com um extraordinário assistencia de Pedro Marques do Clube PT.

Assim sendo, o Clube PT garante o 2º lugar da Série. Apesar da excelente reação no 2º tempo, a equipa da Massimo manteve o 3º posto da classificação.

 

Gelpeixe 4 – 3 INCM

Calcanhar de Luís Almeida garante vitória da Gelpeixe

Na última jornada da fase de grupos da Série B, a Gelpeixe procurava garantir a vitória, pois aspirava a subir 1 ou 2 lugares na tabela classificativa. Por outro lado, a Casa da Moeda procurava a sua primeira vitória que lhes permitiria terminar no 3º posto da tabela classificativa.

Na 1ª parte, a equipa da Gelpeixe entrou a dominar e marcou cedo, fazendo 2-0 aos 10 minutos. Procuravam sair a jogar desde trás, e no meio campo, a mobilidade constante dos jogadores e a ligação com o ataque estava a surtir o efeito pretendido. No entanto, a equipa da Casa da Moeda começava a crescer no jogo e tentava alvejar a baliza adversária com remates de meia-distância. A entrada de Carlos Borges para o corredor esquerdo veio agitar a partida e após chegarem ao 2-1, a equipa começou a superiorizar-se no jogo.

No 2º tempo, a equipa da Casa da Moeda começou a fazer uma pressão mais alta no terreno de jogo, procurando condicionar a saída de bola da Gelpeixe desde trás. O empate surge através de um canto, em que Nuno Alberto se antecipa ao 1º poste e consegue marcar o 2-2. A equipa da Gelpeixe sobe agora no terreno e procura o equilíbrio de forças com o adversário, mas é a equipa da Casa da Moeda que consegue dar a cambalhota no marcador através de um remate do meio da rua de Francisco Loureiro, fazendo o 3-2. Os últimos 10 minutos foram bastante intensos e emotivos, trazendo dois belíssimos golos para a equipa da Gelpeixe: o primeiro, um golo atrás do meio campo por Ricardo Wah, a fazer lembrar o golo da República Checa na 1ª jornada do Euro 2020; o segundo, um golo de calcanhar de Luís Almeida à boca da baliza, após passe de Jorge Franco, no último suspiro do jogo, fixando o resultado final em 4-3.

Com esta vitória, a equipa da Gelpeixe garante o 2º lugar da classificação. A equipa da Casa da Moeda, apesar da excelente reação fica na 4ª posição.

 

OLX 2 – 2 Sapataria Xalaia

Empate saboroso garante 1º lugar à Sapataria

O último jogo da Série opunha os dois primeiros classificados do grupo, em igualdade pontual, e por isso, antevia-se uma partida equilibrada e decisiva para a classificação final das equipas.

O jogo iniciou algo morno, e assim se manteve por quase toda a primeira parte. As duas equipas procuravam encaixar, e sobretudo, não cometer erros que pudessem dar vantagem ao adversário. A equipa do OLX sabia que teria de vencer para garantir o 1º posto no grupo e com o passar do tempo, foi subindo no terreno e criando algumas ocasiões de golo. A Sapataria Xalaia quando acelerava o jogo conseguia chegar à baliza adversária através de combinações e futebol apoiado. Perto do final da primeira parte, após um canto, Rodrigo Silva aproveita uma 2ª bola para rematar forte e inaugurar o marcador, fazendo o 1-0 para o OLX.

Na 2ª parte, a Sapataria que se encontrava em desvantagem procurou subir as suas linhas e André Silva, com um passe de ruptura a servir João Nabais, estabelecendo a igualdade na partida (1-1). Este 2º tempo estava mais vivo e rapidamente a equipa do OLX quis responder através de Daniel Gomes (OLX), a conseguir colocar a sua equipa em vantagem por 2-1. A dupla Nabais e Cunha procurava inverter o rumo dos acontecimentos, mas a equipa do OLX geria a posse de bola de forma inteligente, circulando a bola com segurança. Perto do final do encontro, numa jogada individual, João Nabais surge dentro da área a finalizar de calcanhar e a fazer o 2-2 final.

Com este resultado, a equipa da Sapataria garante o 1º lugar na Série B. Apesar da igualdade pontual com a Sapataria Xalaia e a Gelpeixe, a equipa do OLX fica na 3ª posição.

Leave a Reply