Após a conclusão do campeonato e a consagração da Climex, esta semana marcou o arranque decisivo da Taça Empresarial

Amfurniture complica apuramento da A400!

A A400 segue para as meias finais da Taça Empresarial, após vitória frente à Amfurniture por 3-1. A A400 abriu logo ao marcador no primeiro minuto, com André Barbosa a conduzir uma transição rápida e assiste Francisco Sousa que encosta para o primeiro golo do jogo. Mas a resposta da Amfurniture foi praticamente imediata, com Ricardo Cunha a atravessar uma bola ao segundo poste, onde surge Diogo Silva que empata o jogo. O jogo estava muito dividido a meio campo, com poucas oportunidades e com naturalidade chegou o intervalo com o jogo empatado.

Na segunda parte, a A400 volta a entrar a marcar, com Francisco Sousa numa jogada individual a levar a bola 20 metros e a desviar a bola do guarda-redes Amfurniture. Em desvantagem, a Amfurniture arriscou algumas vezes com a subida de Ricardo Sousa para jogar 5×4 e foi criando algum incomodo na defesa da A400. Mas ao minuto 30, André Silva tabela com Francisco Sousa e remata ao primeiro poste fazendo o 3×1. A Amfurniture tentou reduzir, mas sem grandes oportunidades para criar verdadeiro perigo. A A400 aguentou e segue para as meias-finais.

Fairjourney biologics vira marcador frente à Bial!

A Fairjourney biologics, em época de estreia, garantiu acesso à meia-final da Taça Empresarial, após vitória muito suada frente à Bial por 4-2. A Fairjourney biologics entrou melhor no jogo, mais pressionante e ao minuto 6, Luís Paulo arranca pela ala direita e com um desvio subtil abriu o marcador para a Fairjourney biologics. Em vantagem, a Fairjourney biologics deu a bola à Bial que foi assumindo mais o jogo. Apesar disso, Hélder Leitão, ao minuto 11, surge na cara de Guillermo Castilla, guarda-redes da Bial, mas remata ao lado. A Fairjourney biologics não marcou, marcou a Bial. Sérgio Vinagre segurou a bola e pisou par José Ribeiro rematar forte para o empate. E antes do intervalo, António Gomes numa jogada individual, passou por 3 defensores da Fairjourney biologics e rematou colocado para o 2-1.

Na segunda parte, a Fairjourney biologics teve de volta a assumir mais a bola, mas a primeira grande oportunidade foi para a Bial, com Rui Ferreira a fazer uma grande jogada individual, mas Pedro Carmo faz uma grande defesa. A Fairjourney biologics foi mais eficaz e numa transição rápida Luís Paulo atravessa a bola ao segundo poste onde surge João Santos que empurra para o 2-2. Aos 34 minutos, Hélder Alves aproveita uma distração da Bial e recebe uma reposição rápida de Pedro Carmo. Na cara de Guillermo Castilla, Hélder Alves não facilitou e colocou a Fairjourney biologics na frente. A Bial arriscou de 5×4, mas foi a Fairjourney biologics a marcar, com João Teixeira a aproveitar uma perda de bola e a empurrar para a baliza deserta, confirmando o resultado final de 4-2.

Climex mantém sonho da dobradinha!

A Climex venceu a CPCIT4ALL por 6-3 e continua a alimentar o sonho da dobradinha. A primeira parte da Climex não deu qualquer hipótese à CPCIT4ALL. Logo aos dois minutos, Rui Silva assiste Fernando Lemos que na cara do guarda-redes faz uma bela finalização e abre o marcador. A CPCIT4ALL tentou chegar à igualdade, mas acabou por ser a Climex a aumentar o marcador ao minuto 12, com Bruno Carvalho a aproveitar uma ótima assistência de Marcelo Martins. Marcelo Martins, após a assistência, fez o gosto ao pé ao minuto 14 e dois minutos depois Rui Silva com um grande remate de fora da área faz o 4-0, que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, a CPCIT4ALL entra forte e rapidamente reduz para 4-1. Ricardo Quintas na sequência de uma transição rápida, remata forte ao ângulo superior esquerdo da baliza da Climex e reduz para 4-1. Aos 29 minutos, uma transição rápida conduzida por Leo Pinto, leva a bola até Ricardo Quintas que encosta para o 4-2. Mas a Climex, logo no minuto seguinte, volta a aumentar a vantagem para 5-2, com Bruno Carvalho a fazer o segundo da conta pessoal. Este golo terminou com as esperanças de uma reviravolta por parte da CPCIT4ALL. Perto do fim, Rui Silva ainda fez o sexto golo da Climex e Tiago Sousa colocou o marcador final em 6-3.

Capwatt segue para as meias-finais!

A Capwatt conseguiu superar a MyPartner por 5-3 e marcar presença na meia-final da Taça Empresarial. A Capwatt entrou melhor e abriu o marcador ao minuto 6, com Ricardo Fraga a aproveitar uma recarga para abrir o marcador. A vantagem dura apenas 4 minutos, com Hugo Moreira a empatar o jogo ao minuto 10, após aguentar a carga da defesa da Capwatt, a segurar a bola e a rematar cruzado, com a bola a bater no poste esquerdo e a entrar. A Capwatt reagiu muito bem ao golo sofrido e marcou dois golos de rajada. O primeiro por Sílvio Monteiro e o segundo por Bruno Santos, que num contra-ataque remata rasteiro e coloca o marcador em 3-1. Em cima do intervalo, Ricardo Fraga na cobrança de um livre indireto colocou o marcador em 4-1.

Na segunda parte, a MyPartner entrou mais intenso e competitivo e rapidamente conseguiu reduzir para 4-2. Ângelo Matias passa por dois defensores da Capwatt e remata rasteiro para o golo da MyPartner. Aos 27, Hugo Moreira recebe na ala e carrega para o meio e com um remate colocado reduziu para 4-3, colocando tudo em aberto. A Capwatt aguentou-se e aos 34 minutos, Tiago Pinheiro roda sobre o defensor e remata junto ao poste direito para o 5-3, colocando assim a Capwatt na meia-final da Taça.

Transdev ultrapassa Bial na luta pela quinta posição!

Em jogo em atraso da 11ª Jornada, a Tansdev terminou a sua primeira participação numa Liga Empresarial com uma vitória por 2-0 sobre a Bial. Com esta vitória a equipa ascendeu ao quinto lugar, ultrapassando o adversário deste jogo. A primeira grande oportunidade do jogo surge ao minuto 3, com Jorge Nunes a rematar ao poste esquerdo da baliza da Bial. Logo no minuto seguinte, Rui Lourenço da Transdev volta a atirar ao poste. A Bial que se apresentou só com 5 elementos estava com dificuldades em ter bola. Apesar de algumas oportunidades, o jogo chegou ao intervalo empatado a zero.

Na segunda parte, a primeira grande oportunidade surge ao minuto 30, com António Gomes a passar pelo adversário direto e a rematar ao poste direito. O primeiro golo surge ao minuto 37, com Jorge Nunes a criar o desequilíbrio e no cara a cara com o guarda-redes improvisado da Bial fez o 1-0 para a Transdev. A Bial arriscou ainda mais no guarda-redes avançado e uma perda de bola em zona proibitiva, deu a possibilidade a Jorge Nunes de fazer o segundo da sua conta pessoal e o segundo da Transdev, fechando o jogo em 2-0.

Equipa da Semana

Fairjourney biologics – A Fairjourney biologics conseguiu um apuramento histórico para as meias-finais da Taça Empresarial, na sua primeira participação da história. O apuramento foi conseguido sem a presença do seu capitão, Silvestre Leite, mas o coletivo superou a sua ausência e destacaram-se Hélder Alves e Luís Paulo como os jogadores mais neste jogo frente à Bial.

5 Ideal da Semana

Pedro Carmo – Fairjourney biologics

Hélder Alves – Fairjourney biologics

Francisco Sousa – A400

Ricardo Fraga – Capwatt

Rui Silva – Climex

Leave a Reply