Serie 1

No jogo que opôs a Infinitech à A400, ambas as equipas entraram na partida de forma destemida e á procura do golo, com várias oportunidades para as duas equipas. André Barbosa, deu vantagem á A400, na resposta Diogo Lamelas assistido por Luís Folgado, voltou a empatar a partida. A A400 mais experiente voltou a assumir o controla da partida e fixou o resultado em 3-1 ao intervalo.
A segunda parte iniciou, com a Infinitech na procura de reduzir o marcador, e viria mesmo a confirmar o bom momento na partida, com um golo a partir de um canto cobrado por Carlos Daniel e finalizado por Tiago Pereira. A400 voltou a encontrar-se na partida e numa boa jogada de entendimento, André Silva assiste Fábio Raposo para um belo golo, a partir deste momento o jogo ficou muito emotivo e de transições com um golo para cada lado, fixando o resultado final em 5-3.

O jogo entre a FairJourney Biologics e a BLIP, ficou marcado por uma forte entrada da BLIP no encontro, com um golo numa jogada de insistência de João Falcão. João Zão num livre frontal dilata o marcador para a BLIP. A FairJourney foi á procura de encurtar distâncias, mas a BLIP em saídas rápidas, ia aproveitando e aumentado as distâncias no marcador, ao intervalo registava-se um 4-1 favorável á BLIP. A toada da segunda parte manteve-se igual, com a FairJourney a tentar pressionar o adversário, mas viria a ser a equipa da BLIP, que através de João Falcão, aumentando o marcador e fixando o resultado final em 6-1. Destaque para o hat-trick de João Falcão que foi o MVP.

A Capwatt, de regresso á competição, enfrentou a Chave Nova, num jogo que ficou pautado pelo constante equilíbrio entre as duas equipas. A Capwatt entrou praticamente a vencer, num grande contra-ataque concluído por Sílvio Monteiro, a partir deste momento a Chave Nova tomou conta do jogo e foi com alguma tranquilidade que conseguiu a reviravolta na partida, 2-1 era o resultado ao intervalo.
A segunda parte iniciou-se com uma grande pressão por parte da Capwatt, que procurava com grande determinação chegar ao empate. Ao minuto 26, Tiago Silva faz o 3-1, mas logo nos minutos seguinte, o capitão da Capwatt, Tiago Pinheiro com um grande remate de meia distância faz o 3-2. Até o final da partida a Chave Nova, ia fazendo o tempo correr, enquanto a Capwatt ia procurando o empate, não houve alteração do marcador até ao final do encontro, com a Capwatt a sair da partida com uma sensação que poderia ter feito algo mais.

Série 2

O campeão Climex, enfrentou a equipa da Transdev, num jogo que se iniciou com a Climex assumir as despesas do jogo e a Transdev a explorar as transições. E foi numa jogada de transição que Jorge Nunes deu vantagem à Transdev aos 9 minutos da partida, depois de estar em desvantagem a Climex começou a apertar o cerco á baliza da Transdev e com alguma naturalidade chegou a vencer ao intervalo por 2-1. A segunda parte iniciou-se como acabou a primeira, com a Climex assumir o jogo e a chegar ao 4-1. Aos 28 minutos Armando Rodrigues, com uma grande recuperação de bola, ultrapassa o guarda-redes adversário e faz o 4-2 na partida. Nos minutos finais da partida viria ainda a surgir um golo para cada equipa, que fixou o resultado final em 5-3.

A estreante Jolera, defrontou A Metalúrgica, e saiu derrotada por 5-3, num jogo muito equilibrado, onde a Jolera até iniciou melhor a partida, mas A Metalúrgica com um penalti e uma transição bem-sucedida, chegou á vantagem confortável de 2-0. Até ao final da primeira parte viria ainda a surgir mais um golo para A Metalúrgica, numa jogada de insistência de Claúdio Lima.
A entrada na segunda parte, a Jolera viria a confirmar o bom momento na partida e Tiago Soares, reduziu para 3-1. Contra o rumo do que ia acontecendo na quadra, Carlos Silva assistido por Pedro Cancelo, faz o 4-1 para a sua equipa. A Jolera viria a recuperar a esperança no encontro, com um autogolo e um golo de Eurico Flores, que deixou o resultado em 4-3 perto do final do encontro. A Jolera continuava muito pressionante na quadra, mas viria a sofrer novo dissabor, com uma grande jogada de Filipe Pinto, que assiste Pedro Cancelo e sentencia a partida em 5-3.

O Grupo Desportivo Adira, apadrinhou a estreia da CPCI4LL na liga empresarial, num jogo onde as duas equipas entraram de forma destemida e a procurar a baliza adversária. Num livre frontal, Ricardo Quintas com um bom remate inaugura o marcador, pormenor que viria a fazer a diferença até ao intervalo. No inicia da segunda parte a equipa da Adira apresentou-se mais perigosa e com mais iniciativa, enquanto a CPCI4LL ia explorando as saídas rápidas em contra-ataque e foi numa dessas saídas rápidas que Sousa Jr, ampliou o marcador, fixando o resultado em 2-0. O final da partida ficou marcado por várias jogadas de perigo para ambas as equipas, com a CPCI4LL a gerir a sua vantagem, enquanto a Adira procura reduzir distâncias no marcador. O resultado final ficou fechado em 4-1, para a equipa da CPCI4LL.

Equipa da Semana 

Chave Nova – A Chave Nova para já lidera a classificação com duas vitórias em dois jogos. Na semana passada conseguiu uma vitória confortável, esta semana e frente a uma das equipas que tem apresentado um excelente futsal, não facilitou e conseguiu uma boa vitória pela margem mínima.

5 Ideal da Semana

Ricardo Carriço GR – A400

André Silva – A400

Pedro Cancelo – A Metalúrgica

Ricardo Quintas – CPCIT4ALL

João Falcão – Blip

Leave a Reply