Está encontrado o primeiro finalista da Taça Empresarial, com o GD Adira a carimbar o passaporte frente à Infraspeak. 

O resultado do jogo foi 6-5 favorável à Adira, num jogo decidido mesmo no último segundo. A Adira entrou melhor no jogo, e logo no primeiro minuto Gonçalo Rodrigues numa jogada individual, passa no meio de três jogadores da Infraspeak e coloca na frente a Adira. Este golo obrigou a Infraspeak a ir para a frente, e ao minuto 4, Carlos Santos faz um excelente passe na profundidade, Pedro Tomaz desvia a bola do guarda-redes, mas a bola bate no poste. A Infraspeak passou da ameaça ao golo logo no minuto seguinte, com Carlos Guedes a pressionar José Cunha, e consegue intercetar a bola para dentro da baliza da Adira e empata o jogo. Carlos Guedes, logo no minuto seguinte, coloca a Infraspeak na frente, num belo remate cruzado. A Infraspeak estava por cima do jogo e antes dos 10 minutos ainda chegou ao 3-1. Carlos Santos, aproveita uma excelente assistência de Pedro Tomaz, para aumentar a vantagem. A Adira mostrava  muitas dificuldades, mas a pausa técnica ajudou a equipa a equilibrar-se emocionalmente. Ao minuto 12, Luís Belinha coloca Pedro Cortez sozinho para encostar na baliza, mas este atira ao poste. Mas logo no minuto seguinte, numa transição 2×1 conduzida por João Dias, que assiste Pedro Cortez para o 3-2. Antes do intervalo, a Adira ainda chegou ao empate, numa jogada coletiva. Pedro Cortez desmarcou João Dias, que assiste Tony Silva que remata para cima e fez o golo do empate. 

Na segunda parte, a emoção do jogo não caíu. Desta feita a Infraspeak entra melhor e rapidamente volta à vantagem. Mais uma perda de bola da Adira em zona proibitiva, com Filipe Guimarães a aproveitar essa perda de bola e a fazer o 4-3 para a Infraspeak. Mais uma vez a Adira estava em desvantagem e foi obrigada a assumir novamente o jogo. Ao minuto 28, o guarda-redes da Infraspeak demora mais de 4 segundos a repor a bola e é assinalado livre indireto. Na cobrança, Gonçalo Rodrigues coloca a bola no ângulo e empata o jogo a quatro. Ao minuto 32, Carlos Guedes faz um passe a isolar Filipe Guimarães e este aproveitou para colocar a Infraspeak na frente. Faltavam apenas 8 minutos, a Infraspeak tentou fechar-se mais para segurar esta vantagem. Mas a dois minutos do fim, Luís Reis numa transição rápida volta a empatar o jogo a cinco golos. A Infraspeak pede pausa técnica após o golo sofrido, mas entra adormecida após a pausa e numa jogada muito simples, Pedro Cortez aparece solto na ala esquerda e faz um remate cruzado que entra na baliza da Infraspeak e apura a Adira para a final.

Leave a Reply