FUTSAL ALFRAGIDE – 7ª JORNADA

Findada que está a sétima jornada na Liga Empresarial de Alfragide e após três jogo bem disputados e com alterações na tabela classificativa destaque para as vitórias da Loja do Sr. Rocha, que continua invicta no campeonato, da Dietimport que consolidou o segundo lugar e para a Mercer que sobe ao terceiro posto

 

 

Flash Interview: Pedro Antunes (Transumo):  https://www.facebook.com/ligaempresarial/videos/vb.325006784178301/190910215305975/?type=2&theater

 

Equipa da semana

Loja do Sr. Rocha – Num fantástico jogo de Futsal cheio de reviravoltas a vitória acabou por sorrir à Loja do Sr Rocha. Num jogo onde foi preciso ter paciência Luís Almeida acabou por ser o comandante das tropas e pautar o jogo da equipa quer quando perdia quer quando ganhava. Frederico Leão com uma exibição defensiva de grande nível, fez da marcação cerrada ao homem a sua principal arma. Nuno Rocha, Hugo Costa e Pedro Machado nas alas também tiveram um papel importante. Os dois primeiros num verdadeiro área-a-área, quando não era Luís Almeida, eram os principais elos de ligação entre a defesa e o ataque enquanto que Pedro Machado era o pivô de serviço sempre muito rematador.

 

 

 

Jogador da semana

Eduardo Silva (Mercer) – Num jogo de alto nível, Eduardo fez do seu drible e da frieza na hora H as principais armas contra a Transumo. Com o Póker apontado, não esquecendo também a assistência feita, Eduardo catapultou a Mercer para a vitória e para o terceiro lugar na tabela, conseguindo também com que o seu nome figurasse agora no topo da tabela de melhores marcadores.

 

 

5 da semana

GR – Rafael Castro (Vodafone)
Fixo – Ricardo Silva (Dietimport)
Ala – Eduardo Silva (Mercer)
Ala – Luís Almeida (Loja do Sr. Rocha)
Pivô – Pedro Antunes (Transumo)

 

 

 

Mercer 7 – 1 Vodafone

PÓKER DE EDUARDO SILVA RESOLVE

 

O primeiro jogo da sexta jornada opunha Transumo que procurava dar um novo rumo depois de um resultado menos conseguido na semana passada e a Mercer que pretendia dar seguimento à boa fase que atravessava.
O jogo começou equilibrado com a Transumo a jogar em losango com Pedro Antunes a ser o pivô de serviço, conseguindo arrastar muitas vezes dois elementos deixando assim algumas vezes o segundo poste como uma zona mais desprotegida, enquanto que Bruno Marques e Marco Godinho ocupavam as alas, fazendo uso da sua técnica para ligar com mais facilidade a defesa ao ataque, enquanto que José Neves era o pilar defensivo. Por parte da Mercer o jogo começava a ser construído a partir de trás por parte de José Barroso e à sua frente estavam três homens que fruto da dinâmica imposta conseguiram dar muito trabalho à defensiva da Transumo. O trio da Mercer composto por Hugo Fonseca, Francisco Gomes e Eduardo Silva procurou trocar a bola a dois três toques e começar a pressão logo no seu meio-campo ofensivo. Esta táctica trouxe frutos visto que logo nos minutos iniciais já venciam por dois zero conseguindo ainda dilatar a vantagem a dois minutos do fim da primeira parte.
Na segunda parte a Transumo entrou decidida a virar o resultado e subiu as linhas, colocando César Morais mais subido, ele que quando entrou ocupava a posição de fixo, e os alas mais abertos com Pedro Antunes a aparecer muitas vezes para receber a bola na zona central. A Mercer entrou na segunda parte com o mesmo esquema táctico e apesar de ser “obrigada” a recuar linhas fruto da forte pressão da Transumo conseguiu, em contra-ataque, fazer uso da rapidez dos seus alas e de um grande Eduardo Silva que se revelou peça chave no resultado final ao conseguir apontar nesta segunda parte um hattrick sentenciando a partida para a Mercer. Mesmo em desvantagem a Transumo continuou a deixar tudo em campo apresentando muita garra no jogo e consumaria o resultado com um golo de Pedro Antunes .
Com esta vitória a Mercer sobe ao terceiro posto.

 

 

 

 

Dietimport 2 – 1 Nokia

JOGO DE LUXO DOS GUARDA-REDES

O segundo jogo desta noite trazia duas equipas que pretendiam dar um rumo diferente ao acontecido na semana passada.
Foi uma primeira parte bastante taco a taco a que tivemos no pavilhão do CIF. Com a Dietimport a apresentar-se numa primeira fase com Ricardo Silva a fixo enquanto que Luís Ramos e Diogo Trincheiras ocupavam as alas dando apoio a Bruno Pinto. A Nokia apresentou um sistema com Bernardo Santos e Tiago Monteiro ocupavam posições mais recuadas, sendo que eram os principais responsáveis pela organização de jogo da sua equipa, dando um deles apoio a Luís Armada e Nuno Tomás. Numa 1ª Parte pautada troca de bola rápida e por um jogo sempre muito vivo, a Dietimport foi a equipa que abriu o marcador com uma boa jogada de entrosamento e de ataque rápido que permitiu a Luís Ramos servir David Augusto para uma boa finalização sem hipóteses para o guarda-redes. De seguida a Nokia decidiu arriscar mais com a entrada de Miguel Duarte, dando assim mais clarividência ao ataque, procurando sobretudo jogar em profundidade aproveitando os espaços deixados em aberto nas alas. Jogando com paciência e sabendo quando tinham de arriscar a Nokia conseguiu igualar a partida no minuto 16 com Nuno Tomás, aproveitando o passe de Miguel, a encostar ao segundo poste. Mas se pensavam que as emoções ficavam por aqui enganaram-se pois logo após o golo da Nokia o jogo entrou num verdadeiro compêndio de remates nos dois lados do campo com os guarda-redes em clara evidência. Até final da primeira parte ainda teríamos um golo com Ricardo Silva numa jogada de ataque rápido a conseguir que a Dietimport levasse a vantagem para o intervalo.
Na segunda parte as equipas entraram em campo com as mesmas ganas que apresentaram na primeira parte. O jogo seguiu a um ritmo bastante elevado com as duas equipas a não se esconderem do jogo e a procurarem ter a posse da bola o mais rápido possível. De um lado a Nokia trouxe um sistema táctico bastante bem definido não sacrificando a solidez defensiva quando saia no contra-ataque conseguindo sempre manter a balança equilibrada. A Dietimport trouxe-nos o estilo de jogo a que nos vem habituando semana após semana, com muita troca de bola de flanco para flanco, procurando ainda com as dinâmicas ofensivas arrastar algum elemento de maneira a conseguir que alguém entrasse pelo meio e finalizasse. Mas o verdadeiro destaque desta segunda-parte foi para os guarda-redes das duas equipas com Pedro Santos do lado da Dietimport e de Miguel Silva por parte da Nokia. Foi de se perder a conta à quantidade de defesas que estes dois homens fizeram. E fruto disso o resultado não sofreu mais alterações.
Com esta vitória a Dietimport consolida o segundo lugar.

 

 

 

Vodafone 3 – 5 A Loja do Sr. Rocha

INCERTEZA ATÉ AO ÚLTIMO MINUTO

O último jogo desta segunda-feira opunha o primeiro ao terceiro classificado na liga.
Foi taco a taco meus senhores. Numa primeira parte onde as equipas procuraram acima de tudo não cometer erros defensivos o ataque era apoiado. Por parte da Loja do Sr. Rocha Luís Almeida era o principal obreiro no que à construção de jogo falamos, Hugo Costa e Nuno Rocha os principais elos de ligação entre a defesa e o ataque, ao passo que Frederico Leão o homem mais recuado, revelando-se um pilar importante para a sua equipa no jogo. Do lado da Vodafone era Luís Loução e Pedro Leite as principais referências ofensivas enquanto que André Leitão o principal esteio defensivo, aguentando bem as investidas da Loja do Sr. Rocha. A peça fundamental nesta primeira parte estava no banco da Vodafone. Bruno Moreno saiu do banco para agitar o jogo com a sua rapidez e sem medo de ir no um para um fazendo uso da sua técnica, Bruno revelou-se uma verdadeira dor de cabeça, sendo mesmo dele o único golo desta primeira parte, depois de ter recuperado a bola rematou sem hipóteses de defesa dando à Vodafone a vantagem ao intervalo.
Na segunda parte o jogo voltou frenético, mas desta feita com o elemento essencial a qualquer jogo de futebol, os golos. E foi logo no primeiro minuto da segunda parte que a Vodafone dilatou a vantagem com Pedro Leite a recuperar a bola e a cruzar a bola para o seu colega Luís Loução aumentar a vantagem para 2-0. Com este golo o jogo abriu e com ele veio o espectáculo ao mais alto nível. Ainda nos primeiros 10 minutos da segunda parte a Loja do Sr Rocha conseguiríamos assistir ao empate da partida por parte da Loja do Sr. Rocha num primeiro momento com Pedro Machado a trabalhar muito bem sobre a esquerda encontrando depois o seu colega Hugo Costa ao segundo poste que só teve de encostar e num segundo momento numa grande jogada de Luís Almeida que culminou em golo, e que o catapultou para um grande exibição, mas ainda nestes primeiros 10 minutos da segunda Bruno Moreno voltaria a fazer estragos e numa combinação perfeita com Pedro Leite conseguiu dar a vantagem à Vodafone. Com a Vodafone em vantagem a Loja do Sr. Rocha decidiu assumir as rédeas do jogo e com isto surgiu Luís Almeida que assumiu a ligação entre a defesa e o ataque da sua equipa, não se escondendo do jogo e procurando ter sempre a bola, nos últimos 5 minutos conseguiu coroar a exibição com mais dois golos alcançando assim o hattrick, com Pedro Machado após a grande exibição da semana passada também a fazer o gosto ao pé.
Com esta vitória a Loja do Sr. Rocha continua invicta no campeonato.

Leave a Reply