FUTEBOL 7 ALVALADE – 3ª JORNADA

3ª Jornada da Liga Empresarial de Alvalade com muitos golos, emoção e futebol de alto quilate. Quatro grandes jogos que deixavam a água na boca a todos.

Nesta noite vimos recuperações fantásticas, goleadas e jogos definidos já perto do apito final. Todas as equipas provaram que podem ter uma palavra a dizer.

O Casino Lisboa com uma recuperação excelente empata 4-4 e não permite à Germano Sousa fugir na tabela classificativa. Enquanto, à mesma hora, a C. Santos VP saía com os 3 pontos do embate com os estrantes Salt Service.

Nos outros dois jogos, Clube PT venceu o Gel Peixe num jogo equilibrado, enquanto a Mind Source conseguiu a 1ª vitória, batendo a Companeo.

Com estes resultados, Germano Sousa é líder sendo ainda muito cedo para fazer qualquer perspetiva.

Equipa da Semana: Mind Source

A equipa da Mind Source merece o destaque desta semana pela forma que jogou nesta 3ª jornada, sua 2ª. Conseguindo a primeira vitória nesta competição.

Passe curto e apoiado e transições rápidas são a especialidade desta equipa que procura sempre o seu número 10 José Rocha, que com a sua qualidade na distribuição de jogo, consegue muitas vezes servir os seus companheiros com qualidade, e ao mesmo tempo ser o pendulo da equipa no que a transições defensivas diz respeito. A velocidade e capacidade de drible de André Manso, e a capacidade defensiva de Hugo Gonçalves são também muito importantes para toda a equipa da Mind Source.

A primeira vitória vai agora trazer uma motivação acrescida a esta equipa.

Flash Interview: Miguel Gonçalves (Gelpeixe) https://www.facebook.com/ligaempresarial/videos/431055714263147/

Jogador da Semana: Mauro Santos (Germano Sousa)

O médio da equipa Germano Sousa, já merece destaque pelas prestações que tem tido. Velocidade e qualidade técnica fazem deste médio um jogador muito completo. Combina bem com os seus colegas e tem uma meia distância muito apurada, sendo por isso mesmo, Mauro Santos uma mais valia nesta equipa que lidera a tabela.

 7 da Semana:

GR  – Tiago Santos (Gelpeixe)

Defesa – Joel Ribeiro (Casino Lisboa)

Médio – Nelson Ramalho (C. Santos VP)

Médio – André Manso (MindSources)

Médio – David Cosmelli (Germano Sousa)

Avançado – Vasco Cabrita (Clube PT)

Avançado- Tiago Almeida (Germano Sousa)

Crónicas:

Casino Lisboa 4 – 4 Germano Sousa

Grande de loucos acaba empatado

Com um início de jogo muito intenso, as duas equipas procuravam o golo em transições rápidas, e as oportunidades iam surgindo de parte a parte. Logo aos 5 minutos Tiago Martins abre o marcador para a equipa do Casino.

O golo fez a equipa do Germano Sousa subir as suas linhas, e passou a haver muito espaço entrelinhas para haver desequilíbrios. Aos 11 minutos Tiago Almeida empata a partida, a aproveitar uma sobra dentro da grande área. Até fim da primeira parte o jogo manteve-se vivo e bem jogado mas o empate persistiu até ao descanso.

Na 2ª parte, a toda manter-se-ia a mesma, com as duas equipas a proporcionarem um grande festival ofensivo.

Aos 30 Tiago Almeida bisou e consumou a reviravolta, e minutos depois David Cosmelli fazia o 3-1 num brilhante jogada individual a culminar num remate sem hipóteses para o guarda-redes. Nesta fase do jogo, era notório um ascendente da Germano Sousa, com o Casino a tentar um futebol mais direto. O inevitável Fábio Monteiro, ainda reduziu, mas no minuto seguinte a Germano voltaria a marcar, quando faltavam 5 minutos para jogar.

Quando tudo indicava que a Germano Sousa levaria para casa os 3 pontos, 5 minutos à Casino Lisboa transformaram o jogo, Joel Ribeiro reduz com um remate à entrada na área e já em cima do apito final o inevitável Fábio Monteiro faz a equipa do Casino Lisboa sair com um ponto do jogo.

Resultado de 4-4 que espelha o equilíbrio do jogo.

Destaque para Joel Ribeiro que segurou muito bem as investidas do adversário e coroou a sua exibição com um golo de belo efeito. Do lado da Germano Sousa, destaque para Mauro Santos que foi constantemente um perigo à solta no meio-campo.

 Salt Services 2 – 9 C. Santos VP

Chuva de golos na vitória do C. Santos VP

Jogo de estreia para Salt Services SA contra a equipa da C. Santos VP que entrou muito bem na partida e conseguiu comandar o jogo á sua medida. C. Santos VP apresentava grande velocidade e bom posicionamento dentro das quatro linhas e aos 2 minutos já contava com 2 golos marcados.

Salt Services viu-se obrigado a recuar as linhas defensivas, face à pressão do C. Santos que manteve o ritmo de ataque por toda a primeira parte, não dando azo a descanso ao adversário. Nelson Ramalho mostrou grande forma por parte do C. Santos, o avançado driblou a bola com rapidez pela ala até à linha de fundo e carimba o seu segundo golo na partida colocando a bola entre o poste e o guarda-redes. A meio da primeira parte C. Santos continua a manter o foco no ataque, mas Salt Services consegue recuperar no meio campo, cobrindo melhor a linha do meio campo.

Pape Dieuf foi o distribuídor de jogo e o maior elo de transição para o ataque, porem, C. Santos manteve a defesa bem coesa e o guarda-redes impediu que os ataques do Salt Service dessem em golo.
No segundo tempo C. Santos continuou a marcar o ritmo de jogo, com jogadas coletivas e a conseguir por várias vezes deixar a defesa adversária para trás, pondo-se em situação de 3 ara 1 não dando qualquer hipótese de defesa.

A meio da segunda parte, Salt Services estabeleceu uma posição mais ofensiva e começou a procurar mais o golo, Ivan Sousa teve uma boa oportunidade de golo, isolado á entrada da área o guarda-redes adversário sai bem à bola e impede que esta entre, e na recarga a bola sai ao lado mesmo encostada ao poste.

Esta situação deu mais animo ao Salt Service e a entrar nos 10 minutos finais vê um penalti ser convertido em golo pelos pés de Pape. Este golo revigorou a equipa e Salt Services conseguiu controlar a reta final da partida. Num centro bem marcado, Ivan consegue finalizar com perícia e reduz a desvantagem no marcador para 9 bolas a 2, resultado final da partida.

C. Santos consegue a sua 2ª vitória e ocupa nesta 3ª jornada o segundo lugar na tabela.

Comapneo 0 – 6 Mind Source

Mind Source garante primeira vitória

Partida importante para ambas as equipas que aspiram em ganhar pontos nesta fase inicial da competição, Mind Source levou a melhor conquistado os 3 pontos.

Mind Source entrou melhor em campo, mostrou ser uma equipa muito organizada, com a tática bem estudada e com passes ao primeiro toque conseguiu chegar rapidamente ao primeiro golo da partida ainda no primeiro minuto.

Companeo não ficou atrás, teve uma boa oportunidade de golo no minuto seguinte, mas a bola sai ligeiramente a cima. A partir desde ponto, o Mind Source controlou a partida até ao apito para intervalo, a equipa de branco foi mais eficaz não só ofensivamente como também defensivamente impedindo que a bola chegasse perto a sua baliza.

Mind Source desvendou a defesa adversária e grande parte das situações de golo ocorreram da mesma forma, com troca de bola ao primeiro toque que deixavam a defesa para trás ficando em situação de 2 para 1 com o guarda-redes. Companeo apostou nas bolas longas e a tentar entrar pelas alas, contando com algumas oportunidades de golo, mas a defesa do Mind Source não estava disposta a deixar a bola entrar.
O segundo tempo contou com uma melhor marcação por parte do Companeo, recuaram mais as linhas do meio campo e continuaram a apostar nas bolas longas para a zona de perigo, e tiveram mais sucesso em neutralizar os ataques adversários.

Perto do final da partida, Mind Source consegue chegar ao último golo da partida num rápido contra-ataque.

O último lance da partida foi para a equipa do Companeo que tentou reduzir a desvantagem e tentar sair de cabeça erguida com pelo menos um golo marcado, canto bem batido, mas o guarda-redes adversário estava na posição certa e desfez essa possibilidade.

Mind Source ganhou a sua segunda partida e sobe de posição na tabela.

Clube PT 4 – 2 Gel Peixe

Clube PT 100% vitorioso

No último jogo da noite no Complexo Desportivo São João de Brito assistimos a um encontro com golos de belo efeito, num jogo em que o resultado foi sempre incerto até ao apito final.

O jogo começou praticamente com o golo de Valter Sousa que colocou o Clube PT em vantagem logo aos dois minutos, obrigando a equipa do Gel Peixe a adoptar uma estratégia mais ofensiva. As oportunidades para as duas equipas iam sucedendo, com as duas equipas a procurarem jogar pelas alas e recorrendo muito aos remates de meia-distância.

Pedro Marques a meio da primeira parte, com um remate cruzado empata a partida. O jogo manteve-se aberto até final da primeira parte, com Tiago Santos a ter um conjunto de grandes intervenções que iam valendo ao Gelpeixe.

A segunda-parte começa com um grande golo de Nuno Painho, que coloca a bola no fundo das redes após fintar vários adversários. Aos 36 minutos e já com boas oportunidades para cada lado, que não forma concluídas em golo, o momento grande da noite chegou. Bruno Gonçalves com um golo ‘’à Madjer’’, coloca a bola no fundo das redes e empatava a partida.

No entanto, nos últimos 10 minutos a equipa do Clube PT superiorizou-se, com uma posse de bola muito coerente e assertiva a conseguir chegar com perigo à baliza adversária. Valter Sousa e Nuno Bizarra, fizeram o gosto ao pé e deram ao Clube PT os tão ambicionados 3 pontos.

Com este jogo, o Clube PT continua 100% vitorioso com 2 vitórias em outros tantos jogos, e o Gelpeixe  mantem os 3 pontos e ocupa a 6ª posição.

Os destaques do jogo vão para Nuno Painho, que foi o jogador mais irreverente e perigoso da equipa do Clube PT. Do outro lado, com grandes defesas e a adiar o mais possível o golo adversário, Tiago Santos do Gelpeixe.

Leave a Reply