FUTEBOL 7 ALVALADE – 1ª JORNADA

O regesso da Liga Empresarial de Alvalade trouxe grandes jogos a abrir a competição. Com os 3 primeiros classificados da edição anterior a entrarem com o pé direito em partidas recheadas de golos e emoção. Para iniciar a noite a Germano Sousa bateu a Salt Services por 4-2 e o Clube PT venceu a estreante Generation por 4 bolas a 1. No último jogo da noite, o Casino entrou com tudo e venceu a Companeo por expressivos 10-0.

Flash Interview: Tiago Lima (Casino Lisboa)

Equipa da Semana: Germano Sousa

Numa noite em que a Germano tinha um leque escaço de jogadores, a coordenação e o empenho foram fundamentais e de maneira geral pode-se dizer que foi missão cumprida. A começar entre os dois postes, Décio Barros foi o guarda-redes de serviço. Carlos Marques e Nuno Janeiro marcavam o perímetro defensivo e ajudavam na transição para o ataque, onde o trio do meio campo Mauro Santos, Flávio Luz e Diogo Santos brilhavam ao fazer a bola chegar até á zona de finalização e assistiam Tiago Almeida no golo. A Germano Sousa ganha destaque na primeira jornada depois de uma exibição bastante sólida que lhes valeu a vitória frente à Salt Services.

Jogador da Semana: Fábio Monteiro (Casino Lisboa)

Logo a abrir a nova época, o inevitável Fábio Monteiro entrou com o pé direito e ajudou a sua equipa a conquistar os 3 pontos. Velocidade, força e um remate forte são as principais características de Fábio Monteiro que conseguiu um hatrick na estreia e já é considerado um forte candidato ao prémio de melhor marcador.

7 ideal:

Guarda-redes: Décio Barros (Germano Sousa)

Defesa: Nuno Janeiro (Germano Sousa)

Médio: Nuno Martins (Clube PT)

Médio: Tiago Lima (Casino Lisboa)

Médio: Aricson Santos (Salt Services)

Avançado: Fábio Monteiro (Casino Lisboa)

Avançado: Daman Ba (Generation)

Crónicas:

Salt Services 2 – 4 Germano Sousa

GERMANO COMEÇA COM PÉ DIREITO

O começa da segunda época da Liga empresarial pôs frente a frente a Germano Sousa que procura levar desta vez o título de campeões; e a Salt Services que mostraram estar mais afinados para a nova época.

Ao som do apito inicial Tiago Almeida faz o primeiro remate da partida à baliza com Marcus Scheck a defender. A germano começa os minutos iniciais focados no ataque e rapidamente Nuno Janeiro de fora da área marca o primeiro golo. Os festejos não foram duradouros pois Ivan Sousa dribla a bola desde o meio campo, consegue passar pelos defesas com perícia e faz o empate. O jogo manteve um ritmo elevado, ambas as equipas conseguiam subir a bola pelo campo até à zona de perigo, mas faltava eficácia na finalização. Aos 10 minutos a Germano Sousa acertou novamente e desta vez Tiago Almeida faz o golo. Continuaram as investidas por parte de ambas as equipas até ao final do primeiro tempo, com a Germano a levar uma ligeira vantagem a nível ofensivo mas foram poucas as oportunidades de golo e não houve alteração no marcador.

A Salt Services inicia o segundo tempo a fazer a bola chegar até Ivan Sousa, Nuno Janeiro mostrou-se em grande forma e ia conseguindo segurar a ofensiva adversária. Numa jogada iniciada na defesa da Salt, a bola chega a Ivan Sousa e este fez o que faz de melhor, empatando a partida. Mauro Espirito Santo também se mostrou importante da defesa aliviando por diversas vezes a bola à entrada da área, mantendo a sua baliza mais segura. Mauro Santos e Flávio Luz iam criando perigo pelas alas e perto dos 35 minutos o remate de Mauro perto da linha de fundo ainda bate no segundo poste mas vai fora. José Rebocho fez uma ótima exibição, o guarda-redes desta vez ocupou posição na linha lateral e ia conseguindo fazer a bola passar até ao meio campo ofensivo com alguma frequência. Flávio Luz na reta final mostrou-se imparável e bisou na partida fechando o marcador por 4 bolas a 2.

Germano Sousa entra na nova época com o pé direito e leva os 3 pontos frente a uma Salt que se mostrou muito mais organizada.

Génération 1 – 4 Clube PT

NUNO MARTINS EMBALA CLUBE PT

Num jogo que marcava a estreia da Generation frente ao sempre forte Clube PT, trazia muita expetativa para esta primeira jornada.

Num começo de jogo muito equilibrado, de cedo se notou que as duas equipas tinham formas distintas de jogar. Por um lado, o Clube PT manteve o seu estilo característico de posse e de futebol apoiado, enquanto a Generation optava por um futebol mais direto, mas com as saídas a serem feitas para os corredores laterais. Aos 7 minutos Daman Ba colocou a Generation em vantagem que premiou um bom início do conjunto recém chegado à Liga Empresarial. Após o golo da Generation, o Clube PT assentou e começou a jogar com mais critério com Nuno Martins no miolo a comandar as operações. O própio Nuno Martins empatou o jogo aos 14 minutos e aos 17 Nuno Bizarra virou o resultado conseguindo que o Clube PT fosse em vantagem para o intervalo.

Na 2ª parte, o Clube PT voltou a entrar com mais posse mas sem poder relaxar pois os ataques rápidos da Generation também iam criando perigo. Nuno Martins bisou aos 39 minutos e Nuno Bizzarra aos 43 converteu a grande penalidade que deu o 4-1 final. O Clube PT entra assim com o pé direito e alcança os primeiros pontos na tabela, a Generation pode sentir-se confortável pois é uma equipa que certamente também irá conseguir muitos pontos ao longo da época.

Casino Lisboa 10 – 0 Companeo

CANDIDATO CRÓNICO ENTRA A VENCER

Nesta primeira jornada da Liga Empresarial, o Casino vinha com vontade de mostrar que é candidato a vencer novamente, e a Companeo com algumas caras novas fazia prever uma equipa mais competitiva e capaz de alcançar outros voos. Quem vê o resultado final sai muito enganado face ao que foi o jogo.

Na 1ª parte assistimos algo equilibrado especialmente no primeiro quarto de hora com as duas equipas a defenderem bem e a conseguirem chegar com perigo à área do adversário. Fábio Monteiro aos 10 minutos abriu o marcador com um remate oportuno à boca da baliza e Hugo Martins aumentou a contagem aos 23 minutos, levando para intervalo o resultado em 2-0 que mostrava algum equilíbrio no jogo.

Na 2ª parte, o Casino entrou mais autoritário e organizado e passou a jogar sobre o meio campo adversário aproveitando o facto do todo-o-terreno Tiago Lima estar inspirado, que juntamente com Fábio Monteiro e Nuno Dolores eram os homens em evidência nos atuais campeões. Tiago Lima com um remate acrobático coloca o Casino a vencer por 3-0 logo no início da segunda parte. A Companeo tentava lutar e nunca baixou os braços, mas a colocação de mais homens na frente acabou por destapar o sector defensivo que permitiu a Fábio Monteiro fazer o hatrick e juntando o bis de Nuno Dolores e de Tiago Lima aos tentos de Hugo Martins e Luís Cabanelas permitiram ao Casino levar uma vitória confortável para casa.

3 pontos para o Casino mas fica na história do jogo a entrega dos homens da Companeo que a continuarem assim vão ter motivos para sorrir ao longa da época.