FUTEBOL 7 ALFRAGIDE – 13ª JORNADA

Grande noite de jogos na Futzone Alfragide, com resultados que permitem definir a classificação final das equipas. No primeiro jogo da noite a eficaz Sagres deitou por terra a hipótese da OM Pharma se manter na luta pelo pódio, com uma vitória que lhes dá o 2º lugar a duas jornadas do fim. A casa da moeda venceu a NetJets num jogo com incerteza no resultado até final e a Clikeyes venceu o Queijos Santiago numa grande noite da equipa gaulesa. Por fim, a TBSS e OLX empataram a 3, resultado que permite ao OLX manter-se na luta pelo 2ª lugar e que deu o título de campeão à TBSS.

Flash Interview: André Silva (Queijos Santiago)

Equipa da Semana: Clikeyes

A formação da Clikeyes merece destaque esta semana pela brilhante partida que realizou frente ao Queijos Santiago. Sempre com olhos postos na baliza adversária foram uma equipa muito poderosa ofensiva e muito compacta a defender. Flo Cham, Edouard Lesaffre, Khalil e Marco Choko compõe a caixa forte desta equipa que apesar de alguns resultados tem feito boas exibições.

Jogador da Semana: Valter Gonçalves (Sociedade Central de Cervejas)

Valter já é uma presença assídua neste destaque semanal. O Aimar da futzone fez mais uma belíssima exibição e anotou mais 3 golos na sua conta pessoal. Graças ao seu remate fácil, velocidade e técnica, Valter tem sido um perigo à solta nos relvados da Liga Empresarial e a boa forma da sua equipa em muito se deve ao camisola 23. Grande época para já deste pequeno genial.

7 da Semana

Guarda-redes: Marco Fechas (Sagres)

Defesa: Tiago Teixeira (TBSS)

Médio: Valter Gonçalves (Sagres)

Médio: Reinold Vrielink (Netjets)

Médio: Michael Ganchas (OM Pharma)

Avançado: Telmo Pereira (Casa da Moedas)

Avançado: Daniel Gomes (OLX)

Crónicas:

OM Pharma 2 – 5 Sociedade Central de Cervejas

SAGRES AGARRA-SE AO SEGUNDO LUGAR

Grande jogo para iniciar a noite, de um lado a OM Pharma que tem feito uma segunda volta notável, do outro a candidata ao título Sagres.  Logo a abrir o jogo, a Sagres adiantou-se no marcador, com uma eficacia tremenda e com 3 remates fora da área, chegou ao 3-0 ainda antes dos 5 primeiros minutos. A OM Pharma estava bem no jogo mas a eficácia da Sagres prevalecia. Com trocas de bola constantes e a sair sempre bem da zona defensiva a OM Pharma pecava na finalização. Aos 19 minutos, Leandro com um bom cabeceamento reduziu para 3-1, resultado que se manteve até ao intervalo.

Na 2ª parte, a OM Pharma entrou decidida a dar a volta aos acontecimentos e passou a jogar sobre o meio campo contrário. E foi logo aos 28 minutos que Ricardo Barradas através de uma grande penalidade chegou reduziu para 3-2. Marco Fechas ia brilhando e mantinha a Sagres em vantagem. Valter Gonçalves completou o hatrick com novo remate fora da área aos 33 minutos e Luís Campos selou o resultado final aos 38. Até final a OM Pharma ainda criou calafrios mas o resultado não sofreu alterações.

Boa vitória da Central de Cervejas que continua na luta pelo 2º posto.

INCM 4 – 3 NetJets

CASA DA MOEDA VENCE DUELO EQUILIBRADO

Jogo entre duas equipas que ainda mantinham a esperança de chegar ao pódio, dependendo dos outros resultados de hoje.
Com as duas equipas focadas em defender bem na fase inicial do jogo, que ia decorrendo sem grandes oportunidades de parte a parte. Aos 7 minutos Reinold abre o ativo, com Jorge Carvalheira a aumentar a contagem aos 10 minutos. Mas enganou-se quem esperava uma vitória fácil para a NetJets com a Casa da Moeda a ter uma reação muito forte. Com as subidas de linhas a Casa da Moeda conseguiu reduzir por intermédio do inevitável Telmo, com um bom remate à entrada da área. De seguida Reinold bisa na partida e faz o 3-1. Antes do intervalo, Telmo Pereira faz um golaço acrobático e encurta a distância que dava esperança para a segunda parte.

Na segunda parte a Casa da Moeda entrou decidida a mudar o rumo dos acontecimentos e passou a ter o controlo do jogo. O empate chegaria aos 33 minutos. A NetJets tentava voltar ao jogo mas Telmo Pereira estava endiabrado e faria a reviravolta no marcador, conseguindo dar os 3 pontos à Casa da Moeda num jogo em que saíram premiados por nunca baixar os braços. Jogo muito equilibrado entre duas equipas que jogam um bom futebol, mas Telmo Pereira fez a diferença.

Clikeyes 5 – 2 Queijos Santiago

CLIKEYES LEVAM OS 3 PONTOS

Num jogo que começou bastante equilibrado, e com as duas equipas a jogarem um futebol de posse foi o Queijos Santiago quem chegou à vantagem através de um bom golo de Patrick Lima. mas volvidos 3 minutos Julien Medio fez um grande golo. A equipa da Clikeyes jogava maioritariamente no meio-campo ofensivo do Queijos Santiago que tentava de meia distância surpreender Flo Cham. Antes do intervalo Julien voltou a fazer o gosto ao pé e carmibou a reviravolta no marcador.

Na 2ª parte, a equipa da Clikeyes manteve uma pressão forte sobre os centrais adversários, não deixando a equipa do Queijos Santiago sair a jogar. Essa pressão resultou em dois golos nos primeiros minutos deste segundo tempo. Julien ia sendo o principal dinamizador da equipa mas foi Khalil Lib a fazer o 5-2 para a turma gaulesa. Já perto do final o golo de honra do Queijos Santiago, surge de um golo de belo efeito de Ricardo Nunes.

Um jogo com muitos golos entre duas equipas que nunca se deram por vencidas.

OLX 3 – 3 TBSS

PONTINHO À CAMPEÃO

O ”jogo grande” da jornada que opunha o 1º e o 3º classificado da Liga Empresarial, fazia prever grandes momentos de futebol e quem assistiu não saiu defraudado.

Com as duas equipas a quererem entra forte no jogo, foi logo a abrir que Henrique Ferreira colocou os comandados de Antero na frente do marcador. Mas o pontapé do meio da rua de Tiago Teixeira restabeleceu a igualde no minuto seguinte. O jogo estava animado com as duas equipas a atacarem muito e a darem um espetáculo delicioso. Henrique Ferreira aos 8 minutos bisou na partida, grande momento de forma de Henrique e novamente no minuto seguinte a resposta da TBSS num golo de Cláudio Vazão. Aos 15 minutos Daniel Gomes aparece na cara do guarda-redes adversário e faz o 3-2 que dava a vantagem ao OLX, resultado que se verificava ao intervalo.

Na 2ª parte, o OLX recuou as suas linhas e entregou a posse de bola ao TBSS que notou dificuldade em contronar o bloco baixo dos blancos. Afonso Cunha e David Pereira mantinham as redes invioladas, mas por ironia do destino, o herói improvável foi Vasco Mota que fez o 3-3 que daria o título de campeão a 5 minutos do fim.

A TBSS sagra-se campeã e o OLX mantem acesa a luta pelo 2º lugar, grande jogo destas duas formações.