07-05-2018 20:00
3
5
AXA

Timeline

 
50'

Estatísticas do Jogador

Num encontro de realidades distintas o LNEC, estreante nas provas da LE, iniciava a competição contra o recém vencedor da Taça Lisboa/Oeiras da LE, a AXA.

O LNEC deixou boas indicações logo no começo da partida, e Iúri Martins ficou muito perto de surpreender Luís com um remate do meio campo que ainda embateu na trave antes de sair. Passado esse primeiro susto a AXA tomou conta do encontro, e sem grandes demoras chegaria ao seu primeiro golo por intermédio de Hugo Jacob, que de cabeça dava o melhor seguimento a um cruzamento bem medido. Logo a seguir é novamente o LNEC a enviar a bola à trave da baliza de Luís, desta feita por Armando Santos. A sorte não queria nada com o LNEC. Fora esses dois lances de real perigo, o jogo ofensivo do LNEC pautava-se pela precipitação nas acções. Nas saídas para o ataque a bola era perdida com muita facilidade. O segundo golo do encontro chegaria dos pés de Cláudio Moutinho, que numa arrancada fabulosa deixa vários adversários para trás e finaliza-a, à entrada de área, com um remate super colocado, longe do raio de ação de Iúri.

À entrada para o segundo tempo ficava-se com a ideia de que se a AXA quisesse acelerar o resultado iria aumentar. No entanto, e para surpresa geral, o LNEC transfigurou-se para melhor no segundo tempo, mais confiante na troca de bola, surgia por mais vezes no meio-campo adversário, e numa jogada algo confusa, após uma bola parada Bento Sabala reduzia o marcador aos 33’. O LNEC empolgava-se e estava a apenas um golo do empate, no entanto, Nélson Yassin, dois minutos volvidos, isolado pela esquerda restabelecia a diferença de dois golos. O encontro parecia novamente encaminhado para a AXA, que com alguma sobranceria se deixou adormecer, e o LNEC aproveitou. Em poucos minutos marcava por duas ocasiões, duas vezes por Manuel Alves, e dois excelentes golos a darem o improvável empate a 10 min do fim. A surpresa estava próxima de se concretizar, mas Cláudio Moutinho tinha outra ideia, com dois rasgos individuais colocava novamente a AXA na frente do marcador por dois golos em apenas 4 min. Até final o LNEC poderia ter pressionado ainda mais a vantagem da AXA, mas da marca de grande penalidade Luís parou Armando Santos.

A AXA entrou forte no encontro e nos primeiros minutos deu ideia que poderia vencer o encontro com relativa facilidade. No entanto, com a subida de rendimento no segundo tempo aliado a um adormecimento da AXA, o LNEC conseguiu demonstrar que também tem qualidade e que consegue incomodar. Veremos no segundo encontro o que estas equipas conseguem fazer!

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País -  Porto, Lisboa, Oeiras e Castelo Branco - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search