14-12-2017 21:00

Time line

50'

Estatísticas do Jogador

No segundo encontro da jornada, a INCM e ADCR Polícia Judiciária encontravam-se após dois maus resultados. Com a vitória em mente, nenhuma equipa queria continuar com a senda negativa.

A INCM entraria mais forte no encontro, e marcaria no terceiro minuto, após grande jogada individual de Paulo Vieira pela linha, este encontra Airton Mendes isolado que sem complicações empurra a bola para dentro da baliza. Mas a PJ iria responder de imediato, numa jogada de insistência de Cristão, a bola vai parar a Vítor Abrantes que depois de retirar o defesa da frente restabelece o empate. O jogo estava de loucos. Carlos Cristão aos 8 min, colocava a PJ na frente após um excelente cabeceamento na sequência de um canto. A vantagem seria curta, visto que na sequência do pontapé de saída Paulo Vieira empata a partida. Os ataques dominavam as defesas e as dificuldades para os guarda-redes eram enormes. Os golos não paravam, e aos 13 min a INCM passava de novo para a frente do marcador, Telmo Pereira ganha um ressalto de bola a que Abílio Gonçalves não conseguiu dominar.  Pouco depois, Pedro Falcão, numa rara incursão ao ataque isola-se pela direita e com frieza coloca a sua equipa a ganhar por 2 golos ao intervalo.

A ADCRPJ com o passar do tempo vinha perdendo fulgor físico, e com apenas 7 homens poderia vir a passar um mau bocado. E a INCM não ajudou, e aos 4 min aumentou a vantagem. David Almeida de calcanhar desvia à boca da baliza um remate de Telmo Pereira. A vantagem da INCM não era só física, mas também anímica, o que levava que a INCM controlasse o encontro, mostrando-se sempre mais perigosa. Telmo Pereira marcava de novo à passagem do min 34. O jogo acalmou, as equipas cansadas permitiram mais espaços e a PJ foi se tornado algo perigosa. Nesse período, Vítor Abrantes marcaria mesmo o melhor golo da partida, fintando vários adversários num espaço curto de terreno, já dentro de área, mostrou toda a sua técnica e determinação. O jogo animava de novo, e Telmo Pereira confirmava o seu hat-trick, ao qual Carlos Cristão responderia de imediato com o seu bis. Já no último suspiro da partida, Paulo Viera marcava o seu segundo da partida, num golo em tudo idêntico ao primeiro.

A INCM saiu do encontro como a justa vencedora, com um melhor controlo da bola mostrou-se mais eficaz a defender e a atacar. A PJ dependeu muito dos rasgos de Vítor Abrantes para criar perigo, algo que se mostrou curto para chegar ao triunfo.

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País -  Porto, Lisboa, Oeiras e Castelo Branco - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search