23-11-2017 23:00

Time line

50'

Estatísticas do Jogador

Para o último encontro da jornada ficou destinado o jogo de maior cartaz. Primeiro contra terceiro e com apenas 2 pontos a separá-los, poderíamos ter um novo líder no final da jornada.

Tal como nos jogos anteriores a Vodafone entrou mais mandona no encontro, e mantinha a posse da bola por mais tempo. A ADCR Polícia Judiciária ciente da desvantagem física para com o adversário, optava por jogar mais atrás, apostando em ataques rápidos para criar perigo. E foi assim que chegou a primeira ocasião de perigo, em ataque rápido, a PJ por pouco não chega ao golo, primeiro com um remate desviado pela trave e na recarga com o golo a ser impedido já em cima da linha de golo por um corte milagroso. A Vodafone estava por cima do encontro, mas não o controlava, a PJ dava ideia de poder sair com perigo a qualquer altura. A favor da corrente de jogo, a Vodafone viria mesmo a marcar primeiro por António Fortes, que quebrava assim a resistência da PJ. Neste momento entrou Celso Veiga na partida, e desse momento para a frente não mais a PJ saiu com perigo. Este e Pedro Bettencourt formaram uma dupla de meio-campo terrível, contruindo e destruindo, fazendo o que o jogo lhes pedia de forma brilhante. Até ao intervalo, novo golo para a Vodafone, por Pedro Bettencourt.

No segundo tempo, e em apenas dois minutos a PJ perdeu controlo do encontro e sofreu dois golos, primeiro num auto-golo infeliz de João Branco e depois por uma infelicidade de Rui Ferreira. O encontro parecia resolvido, no entanto sobravam ainda muitos minutos para o fim e uma reação da PJ poderia mudar tudo. A reação da PJ viria mesmo a efetivar-se, aos 35 min, Vitor Abrantes aproveitando o espaço dado pelo adversário, finta Osvaldo Silva e abre o marcador para a sua equipa. A PJ defendia-se bem, e saía ainda melhor para o ataque, numa dessas saídas, Vitor Abrantes descobria Luís Pinheiro isolado ao segundo poste e este sem dificuldade dava novo animo ao encontro. Com apenas 7 min para jogar a PJ poderia ainda sonhar com a recuperação. Mas, num rude golpe, Kelson Pina no mesmo minuto faz o quinto da sua equipa, respondendo da melhor forma a uma excelente triangulação da sua equipa, acabando assim com qualquer dúvida sobre o vencedor do encontro.

Provavelmente o melhor jogo da Vodafone até ao momento, mostrando estar preparada para qualquer adversário que possa aparecer entre eles e a subida de divisão. A ADCR Polícia Judiciária, dentro das suas limitações, fez um grande jogo, aproveitando as fraquezas do adversário para deixar a sua marca no encontro, caiu agora ao quarto lugar da classificação.

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País - Braga, Porto, Lisboa e Almada - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search