11-12-2017 22:00
RTP
9
4
SGS

Time line

50'

Estatísticas do Jogador

Pelas 22h jogavam duas equipas em momentos diferentes. A RTP mantinha-se sólida a meio da tabela, já a SGS vinha mantendo muitas dificuldades em somar pontos e ocupava o último lugar do campeonato ainda sem triunfos.

A SGS com uma equipa remodelado e sem um guarda-redes seria obrigada a ir trocando os jogadores de campo na baliza, algo que poderia ter o seu peso no final da partida. Os primeiros minutos foram difíceis para equipa visto que em apenas 5 min de encontro já perdiam por 2 golo sem resposta. A RTP mostrava-se mais sólida e mais rápida sobre a bola. Com as facilidades encontradas, a RTP baixou a guarda e a SGS aproveitou. Primeiro reduzira, graças a um lance infeliz de Pedro Silveira, que ao tentar cortar o bolo introduziu a bola na sua própria baliza. Pouco depois, oportunidade de ouro para o empate, mas Nuno Silva, o rei das grandes penalidades, defendia o castigo máximo e mantinha a RTP na frente do marcador. A RTP sentiu o perigo e aumentou de novo o ritmo, e marcaria por 3 ocasiões até ao intervalo. Dois de Alex Martins e um de Tiago Passos.

O segundo tempo trouxe nova mudança na baliza, Sérgio Trindade era o terceiro guarda-redes da SGS no jogo. A mudança não surtiu efeito e logo no pontapé de saída Pedro Andrade remata colocado para o golo. Com 6-1 no resultado o vencedor estava perto de ser encontrado. Mas a SGS tinha nova oportunidade para reentrar na partida. Pedro Lúcio chamado à bater o castigo máximo permitira nova defesa de Nuno Silva, que se tem vindo a mostrar perito no que toca à defesa de penaltis. A SGS não reentrou na partida marcou Pedro Andrade, que na tentativa de um passe longo coloca a bola dentro da baliza, num lance algo consentido pela defesa adversária. O encontro estava resolvido, a RTP baixava de novo o ritmo e os lances de perigo sucediam-se perto da baliza de Nuno Silva. Até final, uma boa réplica da SGS permitiu amenizar o resultado, perdendo o encontro por 9-4.

Num jogo desequilibrado desde cedo fica a ideia de que com um guarda-redes o jogo poderia ter sido mais empolgante e equilibrado. Não tirando mérito à vitória da RTP que se mostrou a grande nível enquanto necessitou de acelerar.

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País -  Porto, Lisboa, Oeiras e Castelo Branco - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search