04-12-2017 22:00
RTP
4
4

Time line

50'

No terceiro embate da noite a RTP queria ser a primeira a bater o pé à Empark e impedir que o adversário continuasse totalmente vitorioso.

A RTP entrou com grande vontade de retomar os bons resultados, e após dois desaires a tarefa não ia ser fácil, no entanto, mostraram-se confiantes desde o primeiro minuto. A Empark como esperado era a equipa que tinha a iniciativa de jogo, mas com mais bola não era necessariamente a equipa mais perigosa. O primeiro golo da partida surgiria para a RTP, Daniel Filipe cobrava um livre da esquerda e a bola entrava sem tocar em ninguém. Papel importante para Bruno Reimão, que com o seu movimento de corpo iludiu o guardião Paulo Pinto, que foi incapaz de esboçar uma tentativa de defesa. Volvidos apenas 3 min, Pedro Andrade aparece isolado, e com frieza remata colado ao poste e faz o segundo da RTP, que parecia lançada para a surpresa. A Empark, experiente, não se deixou cair na desgraça, e no minuto seguinte reduzia de imediato por Rogério, que rematava seco e cruzado sem hipóteses para Nuno Silva.                 A RTP apesar da vantagem sentiu o golo e deixaria-se empatar já perto do intervalo pelo sempre irrequieto Hamilton Branco.

No segundo tempo a RTP entrou em campo ainda perdida, a Empark manteve o mesmo estilo do final da primeira e em apenas 5 min não só confirmava a reviravolta no marcador como se colocava a vencer por 2 golos de diferença. O segundo golo era prova da desconcentração com que a RTP entrava para o segundo tempo, que com todas as oportunidades de afastar a bola não o conseguiu e foi penalizada por isso. A perder por 2 golos, contra a todo poderosa Empark a tarefa da RTP parecia impossível, mas a RTP, nem face a probabilidades impossíveis desiste.  Aos poucos foi empurrando a Empark para trás e ia dificultando também a troca de bola adversária, e ia-se impondo no meio-campo adversário com alguma naturalidade. E mais, com a passagem de Ricardo Gomes para central e Fernando Ferreira para avançado, a RTP era cada vez mais mandona, e numa excelente jogada de entendimento entre Daniel Filipe e Fernando Ferreira, o primeiro reduzia o marcador. Pouco depois a Empark desperdiçava uma excelente oportunidade para arrumar o encontro, a barra salvava a RTP, que no último suspiro da partida iria chegar ao empate, Fernando Ferreira, iria ganhar falta para grande penalidade e Alex Martins sem hesitações confirmava o empate.

Grande encontro, com reviravoltas e emoção até ao último segundo. O empate acaba por se ajustar às incidências da partida, com a particularidade das equipas marcarem sempre nos períodos em que se mostravam mais fortes.  

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País -  Porto, Lisboa, Oeiras e Castelo Branco - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search