Timeline

 
50'

Estatísticas do Jogador

Derradeira jornada na Liga Empresarial Oeiras, embate entre a IFAPT e Grafisol, em discussão estava o quarto e o quinto lugar da prova, até porque no “campo ao lado”, jogava também Vistas & Catalão, às 21h e uma hora depois a TVI, equipas ainda com aspirações ao quarto e quintos lugares, respetivamente. Começou melhor a IFAPT e ao minuto três, jogada rápida de contra-ataque, Shaunak, descaído na direita, a rematar cruzado para o fundo da baliza. Continuava a IFAPT com sinal mais no jogo e decorria o minuto 11, Ethan – um dos melhores jogadores do torneio – em zona central, a rematar forte e colocado, ao ângulo superior direito da baliza. Minuto seguinte, a Grafisol a reagir, Euclides a rematar fortíssimo, para grande defesa do guarda-redes Filipe Ferreira, a desviar a bola para canto. Na sequência do canto, grande penalidade a favor da Grafisol, Rui Freire, chamado a converter, reduziu para 2-1. Ao minuto 17, nova vantagem de dois golos para a IFAPT, Tarun a conseguir chegar à linha final e passe atrasado para Akash, à “boca” da baliza a fazer o 3-1. Quatro minutos volvidos e novamente a Grafisol, a reduzir para a desvantagem mínima, com um passe longo para Euclides, que à saída do guarda-redes, descaído na direita a fazer o 3-2. Destaque ainda para um grande remate de Nuno Gomes (Grafisol), de muito longe a “disparar” com a bola a embater na trave, no derradeiro minuto da etapa inicial, e assim o resultado manteve-se favorável à IFAPT, só com um golo de vantagem.

Início do segundo tempo e o jogo mais “morno” com o ritmo de jogo a baixar consideravelmente e por isso as oportunidades de golo eram escassas. Só ao minuto 38, uma grande hipótese para marcar, Akram em zona de finalização, a rematar ao poste. A Grafisol, não desistia do jogo e ao minuto 43, Tarun a cometer penalti, Diogo Durão, a finalizar com sucesso e a empatar o jogo, tudo ainda em aberto para o desfecho final. Logo de seguida, Euclides, numa jogada individual, a servir Diogo Durão, a rematar em cheio… ao poste, oportunidade desperdiçada para ficar em vantagem no jogo. Já ao cair do pano, quando se afigurava a igualdade, jogada de ataque da IFAPT, Akram a assistir Rutvik, a rematar de pé esquerdo para o fundo da baliza e 4-3, foi o resultado final no jogo. Com esta vitória a IFAPT assegurou o quinto lugar na competição, com a Grafisol, imediatamente a seguir no sexto lugar.  

Destaques na partida para as boas exibições de Rutvik, do lado da IFAPT, na Grafisol, a melhor unidade em campo, foi Euclides.

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País -  Porto, Lisboa, Oeiras e Castelo Branco - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search