10-04-2017 20:00

Time line

50'

No primeiro encontro da noite Vesauto media forças com a Europcar. Duas equipas em momentos de forma opostos, Vesauto tinha conquistado 9 pontos nos seus últimos 4 encontros, enquanto a Europcar, no mesmo número de jogos, apenas 3 pontos.

O favoritismo caía, pelo acima referido, para a Vesauto, e cedo ainda no encontro este se tornou abismal. Pouco depois dos 10 min de encontro, André Cordeio lesionou-se, e incapaz de dar o seu contributo deixou a sua equipa reduzida a 6 elementos. A Europcar teria agora que jogar com bastante cabeça para poder ultrapassar este grande desafio. Sem surpresa, a Vesauto pegou no jogo, aproveitando a superioridade numérica. Era a única a criar perigo, embora lenta de processos ofensivos. Atacava de forma atabalhoada e a Europcar conseguia, sem esforços de maior, afastar a bola. Renato Pires era o homem mais inconformado com o 0-0. E dos remates que efetuou no 1º tempo, veria 3 deles esbarraram na trave pelo meio, um desses remares, encontraria finalmente as redes adversárias aos 21min.

O mais difícil estava feito, a vantagem da Vesauto era total. A resposta que a Europcar poderia dar era o mistério da segunda parte. O encontro recomeçou com a mesma toada lenta do primeiro tempo.  A Europcar coesa na defensiva não deixava espaços para a Vesauto que tinha dificuldades em penetrar a defesa adversária. A primeira oportunidade de golo surgiria para a Europcar, que ao não aproveitar a hipótese de empatar, sofreria golo na jogada seguinte por Nuno Pereira. A Europcar ripostou de imediato, e Joao Amaro do pontapé de saída reduzia o marcador. A Europcar dava boas notas no ataque e empataria a partida por Bruno Rodrigues na transformação de uma grande penalidade. A Vesauto adormecida, acordou com os golos sofridos e logo partiu para o ataque. Gonçalo Augusto apenas 2 min após o empate dava de novo vantagem à Vesauto. O golpe foi profundo na Europcar, a equipa não reagiu bem ao golo e em apenas 3min sofreria mais 3 golos.

Num jogo marcado pela lesão madrugadora de André Cordeiro que deixou a sua equipa reduzida a 6 jogadores, a Europcar jogou de forma brava e coesa e merecia um resultado mais apertado. A Vesauto teve a sorte do jogo, soube pressionar sempre que precisou e venceu de forma convincente. 

comentários

A Liga Empresarial

A Liga Empresarial é a maior competição desportiva entre empresas em Portugal. Disputa-se em várias cidades do País - Braga, Porto, Lisboa e Almada - e em várias modalidades, das quais se destacam o Futebol 7 e o Futsal.

LE Facebook

©2018 Liga Empresarial. All Rights Reserved.

Search